Release Atelier Jazz

AC e André Rodrigues, idealizadores do Projeto, conceberam formato do Atelier Jazz, que consiste na apresentação de duas estéticas musicais distintas, interagindo com a matriz de suas escolhas instrumentais:

– Jazz Acústico, com o repertório fundamentado nos Standards da música americana ambientada nas décadas de 50 a 70, mais especificamente na música do saxofonista John Contrane e contemporâneos da mesma linguagem, além de composições autorais afins com este estilo,
– Jazz elétrico, a música do balanço, o “groove” que se define pelo “funk” e seus derivados, na música dos anos 70, e também nas composições autorais do grupo nesse estilo.

O Atelier Jazz se apresenta sempre com dois convidados – dentre os muitos músicos que conheceram ao longo de suas carreiras – a cada dia, transformando-se em trio ou em quarteto, adicionando ao saxofone ( e o EWI – um sintetizador comandado por sopro que pode ser considerado o minimoog do saxofonista) de AC e ao contrabaixo (elétrico e acústico) de André Rodrigues.
Convidados podendo ser de instrumentos como a bateria, vibrafone, guitarra, teclados ou simplesmente outros instrumentos de sopro.

De instrumentação inusitada e essencialmente autônoma, por usar instrumentos acústicos e de pequena amplificação, o Atelier Jazz não requer grandes espaços nem sistemas de sonorização para suas apresentações, o que concorda totalmente com a proposta: apresentar uma música que pode oferecer uma dupla personalidade, quer como louge, pela elegância, quer como espetáculo, pela qualidade dos músicos e do seu repertório.