Jorginho nasceu em dia de Carnaval, começou sua carreira como músico e se tornou discípulo de Martinho da Vila. Já gravou 13 discos, e varias coletâneas. Fez sucesso com “Água no Feijão”, “Na Beira do Mar” e vários outros. Viajou por vários países como Estados Unidos, Espanha, Itália, Argentina e Japão, sempre sendo prestigiado e garantindo casa cheia.

Jorginho do Império, nome que recebeu por ser filho de um dos fundadores da Escola de Samba Império Serrano “Mano Décio da Viola”, o qual nos presenteou no mundo do samba com sambas que são verdadeiros hinos como “Heróis da Liberdade”, “Exaltação a Tiradentes” (gravado até mesmo por Elis Regina) e muitos outros. Já fez parceria com grandes nomes de nossa MPB como os saudosos Jackson do Pandeiro, Elizete Cardoso, etc... Puxador de samba enredo da escola de Samba Império Serrano, do grupo especial: (1996 – BMG) “Verás que um Filho seu não Foge a Luta”. (1997 – BMG). “O Mundo dos Sonhos de Beto Carreiro” (1999 – BMG) “Uma Rua Chamada Brasil”.

Foi eleito cidadão do Samba em 1971, e aclamado em 1995. Esteve esquecido pela mídia mais continuou lutando pelo verdadeiro samba, fazendo shows por todo o Brasil com seu grupo de músicos e mulatas.