Rótulos não lhe faltam. Ele já foi chamado de "Rei dos bailes", "Rei do suingue", "Rei do Samba-Rock", e mais recentemente de "Professor". Todos rótulos autênticos, todos títulos verdadeiros. Mas Bebeto é isso e muito mais. Bebeto é ritmo, é vibração, é energia. Com 25 anos de carreira e 27 álbuns gravados o cantor, compositor e violonista Bebeto é um dos mais festejados cantores populares do país e considerado um dos grandes nomes do movimento Samba-Rock. Uma vertente musical com regras e levadas próprias e cuja maior e mais marcante característica é dar um ritmo de rock ao samba tradicional.Amálgama sonoro. Fusão de ritmo e linguagens. "A gente ouvia muito Jackson do Pandeiro e era fã dos Beatles, por isso acabei rockeando o samba", explica o mestre na Alquimia.

Mas Bebeto também é suingue. "Essa foi a expressão que eu e o Bedeu começamos a usar para dizer que a nossa música tinha balanço", ensina. Samba-Rock, Suingue, balanço? Bem, nomenclaturas e rótulos à parte o certo é que Bebeto sempre se mostrou fiel à sua sonoridade, ao seu estilo inconfundível de tocar violão e de cantar. Nunca aderiu aos modismos fáceis e mais que passageiros que de tempos em tempos monopolizam a mídia. Bebeto sempre foi fiel a si mesmo e ao seu imenso e caloroso público.

Com a atual revalorização do Samba Rock pela mídia Bebeto acabou tornando-se um nome cult, um ícone indiscutível. Professor PHD que influenciou e continua influenciando muita gente boa. Seu fã clube, imenso, além de agregar uma legião de anônimos também reúne famosos como a cantora Zélia Duncan que já foi Backing vocal da legendária "Banda B", grupo que acompanhava Bebeto pelos bailes da vida. "Bebeto sempre foi popular, artista de grandes platéias que é dono de uma assinatura musical única, um maneira única de suingar, que é onde está seu maior trunfo" atesta Zélia.

Reverenciado ainda por pesos pesados da nossa música como Alexandre Pires, Fernanda Abreu, Cidade Negra, O Rappa, Marcelo D2 e inúmeros Djs que levam o som do mestre para pistas no mundo inteiro, aos poucos Bebeto volta a ocupar na mídia o espaço que há muito é seu por direito. Não é a tôa que seu cd Bebeto ao Vivo lançado pela Mza/Universal Music alcançou um sucesso estratosférico.

Para Bebeto o mais importante sempre foi o reconhecimento do povo, pois, como disse certa vez um componente do grupo AfroReggae: "Bebeto faz parte da trilha sonora de nossas vidas". Alguém duvida?